A trabalhar (por um mundo melhor)...

Ação direta na EDP contra central de carvão em Sines, Climáximo, Lisboa

Ação do Climáximo na EDP contra central de carvão | Climáximo action at EDP against coal plant from Climaximo on Vimeo.

O Climáximo, movimento pela justiça climática, fez uma ação direta performativa na tarde do dia 26 de outubro, na loja da EDP em Marques de Pombal (Lisboa) contra a central termo-elétrica de carvão de Sines._dsc3718

Os ativistas sublinharam que, no contexto das alterações climáticas, continuar usar carvão na produção de eletricidade é um jogo negro com o planeta Terra e com as populações do todo mundo. No dia 26 de setembro pelas 18 horas, os ativistas entraram a loja, vestindo como empregados da EDP, e jogaram com dados em que estavam escritas palavras como “secas”, “tempestades”, “mais aquecimento”, “poluição” etc.

A central de Sines, uma das mais poluentes de toda a Europa [1], produz mais de 10% de todas as emissões de dióxido de carbono (CO2) nacionais. [2] Demais, o uso do carvão pela EDP aumentou nos últimos anos. [3]

Os recentes investimentos pela EDP na central [4] não fazem sentido, quando 90% de carvão nas reservas conhecidas devem ser deixados de baixo do solo. [5] Um dos ativistas, Pedro Lima, explicou que o proporção do carvão no consumo energético ficou igual nos últimos dez anos e que EDP tem a maior responsabilidade em bloquear a transição energética. Lima ainda acrescentou que a imagem da EDP ser muito verde e investir em energias renováveis é só fachada (chamada “greenwashing”) e que a EDP-Renováveis tem minúsculo investimento em Portugal.

Os ativistas acentuaram a urgência duma transição justa para as energias renováveis para travar o aquecimento global dentro dos limites aos que os ecosistemas da terra conseguem adaptar.img_3253

Esta ação é integrada na Quinzena da Ação “Jogam com as Nossas Vidas”, em que vários grupos e coletivos no todo o país estão a organizar iniciativas para reinvidicar justiça social e ambiental.

[1] greensavers.sapo.pt/2014/07/22/central-termoelectrica-de-sines-entre-as-mais-poluentes-da-europa/
[2] zero.ong/zero-identifica-as-10-instalacoes-mais-poluentes-para-o-ar-e-a-agua-em-portugal/
[3] expresso.sapo.pt/economia/economina_energia/edp-duplica-producao-de-eletricidade-a-partir-do-carvao=f921324
[4] dinheirodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=204928
[5] carbonbrief.org/meeting-two-degree-climate-target-means-80-per-cent-of-worlds-coal-is-unburnable-study-says

_mg_3271

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *