Emergência Climática na revista Escola Informação do SPGL

A edição digital da revista Escola Informação dedica o Dossier da edição à Emergência Climática em Setembro e conta com vários contributos da campanha. A crise climática: o maior desafio que a humanidade alguma vez enfrentou, por Sinan Eden (Empregos para o Clima) e Gonçalo Paulo (Climáximo, Greve Climática Estudantil) abre a discussão: A nossa casa está a arder….

Saber mais →

SPGL e SPN lançam caderno reivindicativo para as escolas

O Sindicato dos Professores de Grande Lisboa e o Sindicato dos Professores do Norte publicaram, no âmbito da campanha Empregos para o Clima, um caderno reivindicativo “Transição Energética Justa nas Escolas”. A publicação faz parte da Semana pelo Clima. Abaixo está uma mensagem do José Feliciano Costa, presidente do SPGL, e o link para o ficheiro. Em 2015, associámo-nos…

Saber mais →

Empregos para o Clima contra a extrema-direita

Vivemos numa era de crises entrelaçadas. A falência do modelo neoliberal, acompanhada pela crise social de desemprego e precariedade num lado e as crises climática e ecológica noutro lado, exige políticas que respondem aos problemas das populações. O actual sistema não está a conseguir dar uma resposta a estas crises, o que cria um vazio passível de ser ocupado…

Saber mais →

Empregos para o Clima: e se ganharmos?

Portugal orgulha-se de ter metas muito ambiciosas em relação aos outros países do mundo. É verdade que os compromissos do governo português levar-nos-iam a um aquecimento de 3.2ºC enquanto as políticas internacionais apontam para 3.5-4.5ºC, dependendo do país. Contudo, depois de um aumento de 2ºC, o aquecimento torna-se irreversível e o caos climático fica fora do nosso controle. Esta…

Saber mais →

Empregos para o Clima: há dinheiro para salvar a humanidade?

Um programa governamental de Empregos para o Clima, que criaria 100 mil novos postos de trabalho no sector público, em áreas como energias renováveis, transportes públicos e edifícios, reduziria as emissões de gases com efeito de estufa por 60-70% em 10-15 anos. Actualmente, esta é a única proposta verdadeiramente compatível com a meta de limitar o aquecimento global abaixo…

Saber mais →

Empregos para o Clima: para emprego digno

A redução drástica das emissões de gases com efeito de estufa implica uma transformação profunda das infraestruturas e sistemas energéticos em poucos anos. Esta transição energética significa muito trabalho. O relatório da campanha Empregos para o Clima mostra que 100 mil novos empregos no sector público conseguem cortar as emissões por 60-70% em 10-15 anos. Centenas de milhares de…

Saber mais →

Empregos para o Clima: investir no presente e no futuro

A idade da pedra não acabou por causa dum pico de produção da pedra. A idade dos combustíveis fósseis também vai ter de acabar antes das reservas acabarem. Uma transição energética justa para fontes renováveis de energia não só travaria a crise climática, como também traria novas tecnologias ao país. Investimento público nas tecnologias emergentes, como energia dos oceanos…

Saber mais →