Qual o papel das cooperativas, pequenas empresas, e grupos comunitários?

Energy-democracy-maghreb

A principal razão para querer um milhão de empregos num Serviço Nacional do Clima gerido pelo governo é simples. Queremos garantir a todos aqueles que deixarem de ter um emprego associado a grandes emissões de carbono, um novo emprego permanente com o mesmo salário. Queremos fazê-lo porque é justo, mas também porque se não fizermos esta proposta vamos dividir…

Saber mais →

Então e a energia incorporada – os combustíveis fósseis utilizados para criar fontes renováveis?

energy transition

O petróleo, carvão e gás que são queimados para construir uma turbina eólica ou um autocarro eléctrico emitem CO2. Isto significa que as energias renováveis não são simplesmente livres de emissões. A essas emissões chamamos “energia incorporada”. Da mesma forma, os autocarros e comboios não consomem apenas a eletricidade ou petróleo necessários para o seu funcionamento. Também existem emissões…

Saber mais →

Mas então e o “paradoxo de Jevons” ou “efeito de ricochete”?

jevons

Uma preocupação comum é que o uso de energias renováveis não corte de facto as emissões por causa do chamado “paradoxo de Jevons”. Esta é uma ideia que surgiu pela primeira vez em 1865 num livro intitulado “The Coal Question”, escrito pelo economista William Stanley Jevons. Por vezes este paradoxo é também chamado o “efeito de ricochete”. Jevons disse…

Saber mais →

Como Financiar os Empregos para o Clima em Portugal – Jonathan Neale

Brussels, 10 March 2009. Greenpeace blocks ‘easy way out’ for EU finance ministers. Hundreds of Greenpeace activists from across Europe have blocked the exits of the Brussels building where EU finance ministers are discussing funding for developing nations to tackle climate change. Activists displayed banners in several languages asking EU politicians to “Sav€ the Climate” and “Bail out the Planet”. The Greenpeace activists ‘sealed’ the building and called on ministers not to come out without money on the table to tackle climate change, rather than to continue dishing out billions of taxpayers’ money for failed banks and carmakers. Police moved in to make arrests. © Eric de Mildt/ Greenpeace.

I. Introdução No actual momento de crise climática, económica e laboral, a campanha dos Empregos pelo Clima faz convergir os três problemas anteriores numa solução. Para travar as alterações climáticas vão ser precisos cortes drásticos nas emissões de dióxido de carbono e de outros gases de efeito de estufa. Estes cortes vão ser directamente alcançados por um conjunto de…

Saber mais →

Transportes Públicos e Justiça Climática

00601 Transportes1

No dia 11 de fevereiro na Faculdade de Ciências, decorreu o 3º Encontro Nacional pela Justiça Climática, com uma série de apresentações públicas, bancas, exposições, e espaços de debate. Uma das sessões de apresentação focou-se sobre transportes públicos, e contou com a participação de um investigador da Faculdade de Ciências sobre as áreas da energia e mobilidade, dois sindicalistas…

Saber mais →

Transição Justa e Democracia Energética: a perspetiva de um sindicato da função pública

Transicao Justa PCS capa

 Precisamos urgentemente de fazer a mudança para uma economia carbono-zero, mas isto não tem de acontecer com custos para trabalhadores e comunidades. Este novo panfleto apresenta argumentos para uma transição justa e para a democracia energética na perspetiva dum sindicato da função pública, baseado no serviço público e no controlo democrático da energia, que dê oportunidade para rever e…

Saber mais →

As Questões Climáticas e Ambientais do Ponto de Vista Sindical – Joaquim Gervásio (Fiequimetal)

fiequimetal

Intervenção do Joaquim Gervásio, Membro do Secretariado permanente da Fiequimetal, no seminário nacional da CGTP-IN “A Agenda 2030 e os ODS em Portugal – o Acordo de Paris Desafios Sindicais“, atividade integrada no projeto POISE “Desenvolver a acção sindical em favor do desenvolvimento sustentável nas empresas”. Boa tarde, Quero em primeiro lugar saudar todos os presentes e agradecer, em…

Saber mais →

TESLA, capitalismo verde e mais do mesmo: lucros, consumo e precariedade. – Precários Inflexíveis

Tesla-Motors-symbol

Elon Musk criou a TESLA e é aplaudido como se de um herói se tratasse e como se construir giga fábricas (o equivalente a 262 campos de futebol americano!) de carros movidos a energia elétrica bastasse para combater as alterações climáticas. Ou não fosse este só mais um negócio propagado pelo que agora chamam de capitalismo verde, com vista…

Saber mais →

Efeitos na economia portuguesa e no emprego de políticas de mobilidade sustentável – Fábio Pinheiro, Pedro Nunes

Transporte-público-em-Paris

– Sumário executivo – (versão preliminar do trabalho em curso) Mestrado Integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 1. Introdução O crescimento económico e consequente geração de emprego são prioridades na agenda da generalidade dos líderes políticos mundiais, assim como a protecção do ambiente e o combate às alterações climáticas. O…

Saber mais →

Financiamento dos Empregos para o Clima – Izaura Pires de Carvalho, Gonçalo Pessa, José Ricardo Sequeira

southampton_cropped

Como parte da campanha, onde partimos de um objectivo de redução das emissões de CO2 em 60% nos próximos 15 anos, concluiu-se pela necessidade da criação de 100 mil empregos para o clima em Portugal. O objectivo seria que estes empregos fossem financiados e associados ao sector público, que controlaria o esforço nesta transição energética. Mais à frente, o…

Saber mais →