A trabalhar (por um mundo melhor)...

À conversa com a Juventude Operária Católica (JOC): Justiça Social e Climática

O Climáximo reuniu-se, dia 28 de Abril, em Espinho, com os representantes nacionais da Juventude Operária Católica (JOC) para falar sobre as alterações climáticas, a forma como a justiça climática é cada vez mais uma questão de justiça social e humana. Nesta exposição foi relatado o peso dos precários, que se espelha na faixa etária mais jovem, encontrando assim momentos de comum preocupação entre as lutas pela justiça laboral e pela justiça climática.

DSC_0011

Foi aqui que se enquadrou a campanha Empregos para o Clima, já conhecida pela JOC, mas agora aqui apresentada em pormenor. Seguiu-se uma conversa, em que a partilha de preocupações por parte da JOC, sobre os transportes – um dos sectores em que a campanha incide – resultou na discussão de possíveis iniciativas que pudessem completar e acrescentar à Campanha.

Foi também discutido como a JOC poderia participar na intervenção e mobilização para travar as concessões de gás (Pombal e Batalha) previstas para 2019, que afectará os concelhos próximos de Fátima.

Esta teve assim, mais um sucesso, o de solidificar pontes de interesse comuns, bem como  de partilha relevantes, capazes de criar solidariedade e confiança, entre jovens e ambientalistas.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *