A trabalhar (por um mundo melhor)...

Relatório da Campanha em Portugal

Temos de travar as alterações climáticas, e temos de o fazer rapidamente. Temos de garantir uma redução eficaz e suficiente das emissões de gases com efeito de estufa e uma transição justa para uma economia pós-carbónica.

Empregos para o Clima capaA campanha Empregos para o Clima defende a criação massiva de novos postos de trabalho no setor público em setores-chave para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa. Achamos que a luta pela justiça social e o combate às alterações climáticas estão interligadas, por isso a nossa proposta responde ao mesmo tempo ao aquecimento global, ao desemprego e à precariedade.

Em Portugal, foi editado um relatório para explicar as principais reivindicações da campanha. Calculamos que 100 mil novos postos de trabalho podem cortar as emissões de gases de efeito de estufam em 60-70% num período de 15 anos.

Na verdade, as nossas estimativas são que podemos (e devemos) garantir emprego e requalificação para todos os trabalhadores nos setores poluentes, e depois disto podemos ainda ter mais 100 mil novos empregos!

Este relatório, que teve contribuições de especialistas de diversas áreas, foi lançado em outubro de 2017 e está disponível aqui.

*

Antes desta publicação, foi editado um pequeno livrete introdutório para explicar a campanha, a que podes aceder aqui.