Apresentação: Cortar emissões dá muito trabalho.

Nesta sessão organizado no âmbito do 6º Encontro Nacional pela Justiça Climática, explorámos alguns sectores-chave na transição climática e como estes podiam ser descarbonizadas criando dezenas de milhares de empregos dignos: Como seria um setor energético com zero emissões? Que modelo de transporte e mobilidade pode atingir emissões zero? Que produção agropecuária pode ajudar-nos a travar o caos climático?…

Saber mais →

13MAR 14h00 | Apresentação: Cortar Emissões Dá Muito Trabalho.

Temos de cortar as emissões de gases com efeito de estufa em Portugal, rapidamente e drasticamente. Como é que se faz isso? Vamos entrar numa austeridade ecológica? Vamos voltar para a idade de pedra? Nada disso. Precisamos de fazer as coisas de uma forma diferente. Precisamos de fazer mudanças estruturais na nossa sociedade. E fazer isso vai dar muito…

Saber mais →

Adaptação e Mitigação das Alterações Climáticas: Um Sistema Alimentar e Setor Agropecuário Agroecológicos em Portugal – Leonor Canadas e Miguel Encarnação

A. Introdução Atualmente, a ameaça das alterações climáticas, a perda de biodiversidade a velocidades sem precedentes, e as crises social e económica iminentes, provocadas pela pandemia de COVID-19, obrigam a uma mudança de paradigma. Para conter as alterações climáticas, o governo português assinou o acordo de Paris, comprometendo-se a cortar emissões, de forma a manter o aquecimento da terra…

Saber mais →

A agricultura como potencial sumidouro de carbono e criadora de emprego – Lanka Horstink

O sistema alimentar moderno pode ser considerado um epítome dos paradoxos que a humanidade enfrenta no século XXI. Por um lado contribui significativamente para as alterações climáticas, para a rápida erosão dos recursos naturais, ecossistemas e biodiversidade de que os humanos e as espécies que coevoluiram com a sua acção dependem; por outro, foi indicado como um factor de…

Saber mais →