Comunicado: Trabalhadores de Fábrica Painéis Solares pedem nacionalização ao governo

mfs

Os antigos trabalhadores e trabalhadoras da MFS – Moura Fábrica Solar, em conjunto com a Campanha Emprego para o Clima e com o Sindicato dos Trabalhadores da Energia e Águas de Portugal, apoiam a proposta de nacionalização da fábrica de painéis solares e pediram uma audiência ao primeiro-ministro, António Costa. A MFS foi classificada como Empresa de Interesse Público…

Saber mais →

COMUNICADO: O Plano Nacional de Energia e Clima para 2030 garante o caos climático.

Central Fotovoltaica da Marinha, equipada com 7.200 painéis fotovoltaicos dispersos por uma área de cinco hectares está apta a produzir anualmente a energia solar equivalente ao consumo médio de 800 lares, 29 Agosto 2014, Ovar. ESTELA SILVA/LUSA

A campanha Empregos para o Clima aponta o Plano Nacional de Energia e Clima para 2030 como mera cosmética contabilística e garantia de desastre climático. No dia 28 de Janeiro, o Director Geral de Energia e Geologia apresentou o Plano Nacional Energia e Clima 2030, que indica um caminho para a neutralidade carbónica até 2050, através da redução de…

Saber mais →

Campanha defende que Governo deve nacionalizar fábrica que vai fechar em Moura

dn_avatar_400x400

Num comunicado enviado à agência Lusa, a campanha, que abrange várias associações, movimentos sociais e ambientalistas e sindicatos, defende que a MFS, situada na cidade de Moura, distrito de Beja, “deve ser nacionalizada, garantindo emprego digno para os trabalhadores e energia limpa para o país”. Neste sentido, refere, o Governo deve “intervir no processo” e “nacionalizar a fábrica” para…

Saber mais →

COMUNICADO: O encerramento da fábrica de painéis solares de Moura é uma lição e oportunidade para transição justa.

mfs

A campanha Empregos para o Clima defende que a Moura Fábrica Solar deve ser nacionalizada, garantindo emprego digno para os trabalhadores e energia limpa para o país. A empresa Acciona declarou que a fábrica de painéis solares de Moura no distrito de Beja vai fechar, deixando 105 pessoas desempregadas. Acciona culpa o “mercado competitivo dominado por fabricantes chineses”. A…

Saber mais →

Empregos para o Clima Nova Iorque, Comunicado

CJNY+(circle)

A campanha Empregos para o Clima está presente em 9 países do mundo, envolvendo movimentos sociais e sindicatos numa luta em defesa do clima e do emprego digno. Em Nova Iorque, sindicatos do sector das energias, dos transportes e da construção civil uniram-se para que juntos pudessem levar a campanha para a frente e conseguiram. Graças a este esforço…

Saber mais →

100 mil Empregos para o Clima

100k-empregos

É possível! A campanha Empregos para o Clima defende a criação massiva de novos postos de trabalho no setor público em setores-chave para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa. Achamos que a luta pela justiça social e o combate às alterações climáticas estão interligadas, por isso a nossa proposta responde ao mesmo tempo ao aquecimento global,…

Saber mais →

COMUNICADO Quinzena de Ação: “Jogam com as Nossas Vidas”

cartaz-jogam-com-nossas-vidas-01

Quinzena de Ação: “Jogam com as Nossas Vidas” 24 outubro – 6 novembro Organizações de trabalhadores e grupos de ambientalistas vão participar numa Quinzena de Ação pela justiça social e ambiental. Conscientes de que os responsáveis pela crise económica e pela crise ambiental são os mesmos, estes grupos irão juntar-se sob o lema “Jogam com as Nossas Vidas”. Querem…

Saber mais →