CP diz que linhas do Vouga e de Cascais são as que estão em pior estado – Público

Relatório do regulador dos transportes revela que operadores ferroviários manifestam uma “insatisfação generalizada quer com a infraestrutura, quer com as instalações de serviço, que consideram ter piorado nos últimos dois anos”. Lê a notícia completa, originalmente publicada no Público, aqui.

Saber mais →

Até 2030 o Estado vai investir mais de dez mil milhões de euros em 16 projetos ferroviários de norte a sul do país. Vêm aí mais linhas, deslocações mais rápidas e transportes mais modernos. – ECO

Nos próximos dez anos estão previstos mais de 48 mil milhões de euros em investimentos, dos quais 25% serão canalizados para a ferrovia. O Plano Nacional de Investimentos (PNI) contempla 16 projetos ferroviários para a ferrovia até 2030. Os projectos incluem: Nova Linha Porto – Lisboa que diminuirá o tempo de viagem para 1h15, Programa de aumento de capacidade…

Saber mais →

Francisco Furtado. A situação da ferrovia (em Portugal) – Jornal i

O Engenheiro civil, especialista em questões de Ferrovia aponta alguns factos sobre a Ferrovia, em entrevista ao Jornal i. Os factos contextualizam a falta de investimento na ferrovia para transporte de passageiros. Enumeramos alguns factos do artigo original, acessível aqui.  Dos anos 50 aos anos 90, não se constroem novas linhas no nosso país. A partir dos anos 80,…

Saber mais →

Quem ganhar concursos para novo material da CP vai ter fábrica em Portugal – Dinheiro Vivo

O presidente da CP já assumiu que a empresa precisa de comprar entre 200 e 250 novos comboios nos próximos 20 anos. “Nós tínhamos material que estava encostado há mais de 10 anos. Entre carruagens, locomotivas, automotoras… Encostadas. ” Comprámos 51 carruagens por 1,6 milhões de euros. Vamos gastar 7 milhões na sua renovação. Ficar-nos-á por menos de 9…

Saber mais →

Estado investe milhões na ferrovia, mas comboios continuam a andar devagar – Observador

O Programa Ferrovia 2020 investirá mais de 2 mil milhões de euros, mas os comboios mantêm-se com velocidades de há 20 anos, alerta o jornal Público. O problema está na falta de intervenção nas infraestruturas. Por exemplo: a Infra-estruturas de Portugal prevê que sejam investidos 32 milhões na Linha do Algarve para ser totalmente eletrificada, mas, de acordo com…

Saber mais →