COMUNICADO: O Plano Nacional de Energia e Clima para 2030 garante o caos climático.

Central Fotovoltaica da Marinha, equipada com 7.200 painéis fotovoltaicos dispersos por uma área de cinco hectares está apta a produzir anualmente a energia solar equivalente ao consumo médio de 800 lares, 29 Agosto 2014, Ovar. ESTELA SILVA/LUSA

A campanha Empregos para o Clima aponta o Plano Nacional de Energia e Clima para 2030 como mera cosmética contabilística e garantia de desastre climático. No dia 28 de Janeiro, o Director Geral de Energia e Geologia apresentou o Plano Nacional Energia e Clima 2030, que indica um caminho para a neutralidade carbónica até 2050, através da redução de…

Saber mais →