A trabalhar (por um mundo melhor)...

Transição Justa e Democracia Energética: a perspetiva de um sindicato da função pública

 Precisamos urgentemente de fazer a mudança para uma economia carbono-zero, mas isto não tem de acontecer com custos para trabalhadores e comunidades.

Este novo panfleto apresenta argumentos para uma transição justa e para a democracia energética na perspetiva dum sindicato da função pública, baseado no serviço público e no controlo democrático da energia, que dê oportunidade para rever e construir os nossos serviços públicos para pessoas em vez de lucro.

A campanha Empregos para o Clima traduziu este panfleto para abrir a discussão pública sobre como queremos olhar o combate às alterações climáticas. Achamos que um planeta habitável não pode ser considerado como um subproduto dos mercados. As nossas sociedades precisam dum clima compatível com as condições necessárias à civilização como a conhecemos. Vemos os Empregos para o Clima como um Serviço Nacional do Clima, e achamos que o discurso político à volta da justiça climática deve orientar-se com esta perspetiva.

Relatório em português: Transicao Justa e Democracia Energetica – PCS webcopy

Relatório original em inglês no site do Public and Commercial Services Union: https://www.pcs.org.uk/resources/green-workplaces/new-pamphlet-just-transition-and-energy-democracy-a-civil-service-trade

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *