Vitória da Uber (e Lyft) pode prejudicar trabalhadores em todo o país (EUA) – The Guardian

Após campanha massiça por parte das gigantes de Sillicon Valley, a medida (Prop-22) foi aprovada com pelos próprios eleitores do estado da Califórnia. Esta isenta as empresas de classificarem os seus condutores como empregados, que continuarão a ser classificados como contratados, sem acesso aos direitos dos trabalhadores, como salário mínimo, seguro-desemprego, seguro saúde e negociação coletiva.


Lê a notícia completa no The Guardian, aqui.