SPGL e SPN lançam caderno reivindicativo para as escolas

SPGL e SPN lançam caderno reivindicativo para as escolas

O Sindicato dos Professores de Grande Lisboa e o Sindicato dos Professores do Norte publicaram, no âmbito da campanha Empregos para o Clima, um caderno reivindicativo “Transição Energética Justa nas Escolas”. A publicação faz parte da Semana pelo Clima.

Abaixo está uma mensagem do José Feliciano Costa, presidente do SPGL, e o link para o ficheiro.


Em 2015, associámo-nos ao projeto “ Empregos para o Clima “ que junta várias organizações ambientais, sindicais e laborais e que tem como principal objetivo criar, a prazo, 100 mil empregos “verdes”.

O aquecimento global não é uma teoria, mas algo que está cientificamente comprovado. A suposta controvérsia ou a falta de consenso em torno desta matéria foram criadas para lançar a dúvida sobre a opinião pública.

As consequências deste fenómeno, que é global, são preocupantes: as catástrofes naturais sucedem-se a um ritmo avassalador, são mais intensas e frequentes do que no passado e resultam, por vezes, em centenas ou mesmo milhares de mortes e um rasto de destruição.

O degelo das calotes polares, com a consequente subida do nível médio das águas do mar e a submersão de áreas costeiras, a redução da biodiversidade, alterações ao nível do ciclo hidrológico e a redução de reservas de água doce são outras das consequências deste problema.

É tempo de agir, sob pena de um dia ser tarde de mais. A escolha entre ambiente e economia é uma falsa escolha pois fazer o que está correto cria emprego e gera progresso. Preservar o ambiente é salvaguardar o nosso futuro. Não poderemos continuar a ter desenvolvimento e a satisfazer as nossas necessidades se não protegermos a natureza: trata-se do conceito de desenvolvimento sustentável.

As escolas podem ser espaços privilegiados para promover uma tomada de consciência sobre este tema e é aí que a sensibilização deve começar, junto dos mais jovens, transmitindo-lhes que é a sua própria sobrevivência que poderá estar em causa. Salvaguardar o futuro das gerações vindouras deve nortear todas as ações, sendo esta uma questão moral e ética.

Vamos enviar um manual para as Escolas, solicitando a sua divulgação. É um documento de reflexão, que aponta também para um plano de intervenção pelo clima nas escolas.

Ajudem-nos na sua divulgação.

José Feliciano Costa

Ler caderno

, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.