27 Novembro | Formação em Transição Justa (Sines) por Climáximo

27 Novembro | Formação em Transição Justa (Sines) por Climáximo

Durante 2021 a EDP encerrou a Central Termoelétrica de Sines e a Galp encerrou a refinaria de Matosinhos, cada uma enviado mais de 400 trabalhadores para o desemprego. Em nenhum dos casos houve um diálogo social e acordo relativo ao encerramento nem proteção para os trabalhadores. Nenhum dos casos levou ao aumento do controlo público da energia, à democratização do sector energético e a uma transição das infraestruturas para energia renovável.

Em Portugal não está a acontecer uma transição energética, muito menos uma transição justa.

A realidade relembra-nos que as soluções para a crise climática e o futuro dos trabalhadores e do planeta não podem ser deixados nas mãos do capitalismo fóssil e das instituições políticas.

Cabe a nós construirmos e implementarmos uma verdadeira transição justa, que trave o colapso climático sem deixar ninguém para trás.

Todas somos necessárias na construção colectiva e popular de uma nova economia baseada nas necessidades das pessoas e do planeta em vez do lucro e destruição, em particular a população de Sines e populações em redor, que tanto contribuem para o desenvolvimento deste país.

Dia 27 de Novembro, das 10h00 às 19h30, na Casa do Médico de São Rafael (Quinta de S. Rafael, lote 36, 7520-266 Sines) vamos compreender os factos científicos das alterações climáticas, falar sobre as causas sistémicas que estão na origem da crise, desmistificar quais as soluções verdadeiras e falsas, analisar que possível transição justa poderá acontecer em Portugal e trabalhar juntas sobre que plano de transição poderá existir em Sines.

Esta formação tem como base a Ficha Informativa “Transição Justa: O que é, o que não é?”.

A participação é gratuita e aberta a qualquer pessoa, sendo necessário inscrição prévia através do seguinte formulário. Por motivos da dimensão do espaço temos um limite de 35 participantes (inscreve-te para não perderes o teu lugar!).

Junta-te a nós.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.